ISOLAMENTO COLETIVO OU ENSAIO SOBRE UMA BOLHA

O olhar treinado para não enxergar a realidade, nem o outro, nem a si mesmo, nem à toxidade das não-relações entre si mesmo e o outro, nem ao sol que se põe repetidamente, mas nunca igual.